Áreas de Formação | Ensino | Universidade do Sul de SC - Cursos Presenciais e EaD

Áreas de Formação

A Unisul, a partir dos conhecimentos coletivamente construídos e das características dos projetos pedagógicos de produtos e serviços, estruturou as suas áreas de formação. Para o Ministério da Educação, as áreas de formação são utilizadas como unidades básicas de classificação dos cursos reconhecidos nos diferentes níveis e modalidades na Educação Superior.

As áreas de formação da Unisul são referência para estruturação das Unidades de Articulação Acadêmica (UnAs), responsáveis pela integração das atividades de pesquisa, ensino e extensão em oferta na universidade.

O objetivo principal dessa organização é dar visibilidade para as diferentes perspectivas de itinerário formativo do estudante, flexibilizando e viabilizando a educação permanente em quatro principais áreas de formação:

Ciências Sociais, Direito, Negócios e Serviços

A área de formação Ciências Sociais, Direito, Negócios e Serviços é constituída por cursos, programas e projetos de diferentes níveis e modalidades nos campi da Unisul. Sua organização é fundamentada em grandes áreas do conhecimento, segundo a classificação proposta em documentos de referência, e toma também como base a vocação e identidade dos cursos, programas e projetos dentro da Unisul. São elas:

  • Segundo a Nova Tabela das Áreas de Conhecimento proposta pelo CNPq, Capes e Finep (versão preliminar de 2005), grande área das Ciências Socialmente Aplicáveis e grande área das Ciências Humanas;
  • Segundo o Manual de Classificação das Áreas de Formação, adotado pelo Inep, grande área Ciências Sociais, Negócios e Direito e grande área Serviços.

A estruturação dessa área de formação, como espaço de integração acadêmica, surgiu a partir de uma análise dos conhecimentos inter-relacionados e coletivamente construídos, observados nas práticas de ensino, pesquisa e extensão da universidade.

Para efetuar a articulação de diferentes cursos que são englobados por essa área, os quais compartilham temas, conteúdos, competências e atividades em comum, propõe-se a troca constante de ideias, desde a criação dos Projetos Pedagógicos até o dia-a-dia do processo de ensino e aprendizagem, visando à construção de programas e projetos inspirados na reconfiguração do cenário acadêmico, mais integrado.

Topo

Cursos disponíveis para esta área por nível de ensino:

Ciências Sociais, Direito, Negócios e Serviços

Outras áreas de formação:

Educação, Humanidades e Artes

A área de formação Educação, Humanidades e Artes teve seu nome definido com base nas áreas gerais de formação institucionalizadas pelo MEC e congrega, enquanto conhecimento, cursos de graduação e pós-graduação pertencentes às grandes áreas de Ciências Humanas e Linguística, Letras e Artes.

Articular tais áreas pede a generosidade de reconhecer as diferentes formas de expressar a vida e a capacidade humana de dar respostas ao ambiente, num contexto em que a formação precisa ser percebida de forma ampla.

Sua criação tem como objetivo primeiro revitalizar a graduação, e por isso investe no alinhamento estratégico entre pesquisa, extensão e formação, fundado no compromisso com a educação permanente e, portanto, com a nova concepção de Universidade proposta pela Unisul.

A ideia é promover uma efetiva mudança nas relações de produção acadêmica e a construção de um espaço aberto à circulação permanente daqueles que estiverem dispostos a construir conhecimento e a transformá-lo em patrimônio coletivo, num ambiente que valoriza os diferentes saberes.

Assim, há o compromisso com a produção científica, elaborada para a reflexão através de procedimentos consagrados academicamente, como também com a produção acadêmica, relacionada ao dinâmico processo de convivência a ser gerado na articulação entre os cursos. Para garantir esse processo, a área de formação Educação, Humanidades e Artes tem como princípios o permanente debate e a decorrente definição de critérios, ambos necessários para o aprimoramento constante da estrutura acadêmica na área e as relações desta com as demais.

Topo

Cursos disponíveis para esta área por nível de ensino:

Educação, Humanidades e Artes

Outras áreas de formação:

Saúde e Bem-estar Social

A área de formação Saúde e Bem-estar Social proposta pela Unisul é constituída por cursos de graduação e pós-graduação que, segundo a tabela de áreas de conhecimento do Glossário do Censo da Educação Superior (2009), elaborado pelo CNPq, estão enquadrados em três grandes áreas: ciências biológicas, ciências da saúde e ciências humanas. Entende-se que esses cursos têm em comum os princípios da saúde e do bem-estar, além de compartilharem laboratórios, disciplinas, professores, locais de estágio, projetos de pesquisa e extensão, etc

Para estruturar a área de formação Saúde e Bem-estar Social foram analisados vários documentos, como normas e diretrizes do Ministério da Educação, entre outros, além do funcionamento dos cursos na Unisul, para buscar competências e habilidades gerais e convergentes entre eles.

Esse exercício de análise também serviu para reconhecer as especificidades e valorizar as diferentes profissões da área da saúde. Ao se fazer o cruzamento entre as linhas de pesquisa, extensão e formação, chegou-se a linhas de orientação acadêmica para Saúde e Bem-estar Social, a fim de orientar os projetos pedagógicos dos cursos e aprimorar o seu desempenho.

Topo

Cursos disponíveis para esta área por nível de ensino:

Saúde e Bem-estar Social

Outras áreas de formação:

Produção, Construção e Agroindústria

A área de formação Produção, Construção e Agroindústria comporta espaços de integração acadêmica estruturados em três grandes áreas de conhecimento - Ciências Exatas e da Terra, das Engenharias e das Ciências Agrárias, segundo a Tabela de Áreas do Conhecimento do CNPq/Capes - que envolvem diferentes níveis e modalidades, com a finalidade de qualificar e dar sustentabilidade às ações de ensino, pesquisa e extensão.

Para efetuar a articulação de diferentes cursos que estão sob uma mesma área de formação, propõe-se a troca constante de ideias, desde a criação dos Projetos Pedagógicos até as atividades práticas e teóricas, já que esses cursos se encontram inter-relacionadas por meio de conteúdos temáticos, objetivos e conhecimentos em comum. Através desse diálogo pode-se oferecer ao aluno uma visão mais global de sua área de conhecimento, ao mesmo tempo em que valoriza a especificidade de seu curso, enriquecendo sua trajetória acadêmica e profissional.

Sob o conceito da educação permanente, o acadêmico da área Produção, Construção e Agroindústria deverá ter a consciência que formação é uma construção contínua, tanto dos saberes quanto de aptidões, ao longo de toda sua vida. Ao mesmo tempo, deverá ser um profissional que olhe o mundo da perspectiva da permanente transformação.

Como o mundo tecnológico é extremamente evolutivo, considera-se fundamental que o aluno tenha uma formação que contemple o desenvolvimento de competências nas ciências básicas, como matemática, física e química, bem como o uso qualificado da língua, capacidade de argumentação lógica, capacidade de comunicação, ética, entre outros aspectos humanísticos. Além disso, é necessário que a formação passe por reflexões e discussões relacionadas à sustentabilidade do meio ambiente, aos espaços sociais e profissionais.

Topo

Cursos disponíveis para esta área por nível de ensino:

Produção, Construção e Agroindústria

Outras áreas de formação: