Mensagem Institucional | Universidade do Sul de SC - Cursos Presenciais e EaD

Mensagem Institucional

O Futuro se Constrói nas Transformações de Hoje

A Universidade abriga a universalidade. Seu espaço é ponto de convergência do Conhecimento, mas a configuração desse espaço é plural, desdobra-se em múltiplas conexões e possibilidades, a exemplo da web, cujo centro está em toda parte e não por acaso significa literalmente “rede do tamanho do mundo” - world wide web ou web ou www.  Assim, onde quer que se produzam os saberes, ali é o “lugar” da Universidade: no desafiador campo da vivência humana, sempre em movimento.

É nessa atualização constante do presente que a Universidade constrói seu patrimônio de conhecimento, suas ações e ambos, substanciados em pesquisas científicas e tecnológicas, transcendem o campus, permeiam-se e retornam à sociedade para avançarem juntas em direção ao futuro.

Hoje, a Universidade reúne os herdeiros de um mundo que há mais de um século vem derrubando suas fronteiras através da crescente facilidade de comunicação. Também o ambiente de aprendizagem da Universidade tornou-se múltiplo, ágil, ao mesmo tempo fiel ao patrimônio construído pela imensidão universal do Conhecimento e enriquecido pela excelência da pesquisa de ponta, pela velocidade das inovações, tendo por suporte a tecnologia da informação.

Ao se desvencilhar de uma estrutura tradicional e integrar as vantagens das ferramentas tecnológicas, o ambiente de aprendizagem tornou-se mais flexível, atrativo e motivador, em especial quando as diferentes áreas de conhecimento investem competência na inovação dessa aprendizagem, valorizando o binômio Ensino e Pesquisa, a diferenciação do trabalho, assim como a aplicação de metodologias coerentes com o século XXI.

Não há mais espaço para uma instituição de ensino escudada na ideia comodista de enxergar nas novas gerações indisposição para a aprendizagem. Não são os jovens que perderam o interesse em aprender; são as instituições de ensino que têm ensinado da mesma forma para estudantes que não existem mais. A Universidade precisa ensinar para os jovens de hoje. Os tempos são outros e a revolução tecnológica acelerou as transformações de tal modo que, a partir dos anos 80 do século XX, quando se anunciou o “fim da História”, as mudanças não se davam mais nem mesmo no intervalo entre duas gerações. Não se falava mais das rupturas entre pais e filhos, mas das diferenças de contexto entre o primogênito e o caçula.

O saber mudou de patamar desde a entrada da sociedade na era pós-industrial e, se os anos 50 assistiram o início dos abalos das antigas certezas, o pensamento pós-moderno, a partir dos anos 70, caracteriza-se pelo radical questionamento de todas as áreas do saber. A pós-modernidade que pulverizou as antigas respostas, colocando em cheque os valores da Modernidade, formou um tipo diferente de pessoas, com uma nova forma de acessar, usufruir e produzir conhecimento.

A geração Y (nascida entre 1980 e 1990) e também a geração Z (nascida entre 1990-2000) colocam criatividade, imaginação e hedonismo em tudo o que fazem. São pessoas inquietas, curiosas e sentem-se muito à vontade para se livrar de qualquer trabalho que lhes tire a alegria de viver!

A geração Y nasceu envolta pela tecnologia da década de 80, vivenciando a explosão de facilidades e ideias que desenvolveram sua inquietude para com os velhos processos educacionais, principalmente. A velocidade de suas percepções e a premência de sua curiosidade já não conseguem ser atendidas pela estrutura das instituições de ensino.

A situação torna-se mais complexa com a geração Z. Diuturnamente conectada à internet, saltando de um link a outro, enviando mensagens pelo celular, postando comentários nas redes sociais, ao mesmo tempo em que usa um aplicativo para enviar fotos e vídeos que se autodeletam em 10 segundos para amigos em Pequim, Londres ou para os colegas na sala ao lado, essa geração não consegue prestar atenção em um professor de fala lenta e pausada, que lê sistematicamente o texto exposto no quadro ou na tela do PowerPoint, em lugar de explicar, exemplificar, criar e propor trabalhos e pesquisas que instiguem sua curiosidade.

Eis aí o grande desafio para as mudanças das instituições de ensino em todos os níveis. É fundamental que as universidades, principalmente, trabalhem no mesmo nível de inquietação e criatividade dessa geração sempre disposta a apostar na irreverência das novas propostas. Cabe também à Universidade, depositária das inquietações e métodos das mentes inovadoras de outras eras, conciliar a agilidade da juventude com a capacidade de reflexão, pesquisa e aprofundamento, atributos que formam a base da própria Universidade. É preciso, portanto, trazer para o ambiente de aprendizagem igualmente a metodologia, a disciplina, a determinação e a prática do pesquisador.

As transformações são irreversíveis. Resistir aos novos procedimentos comportamentais e às mudanças é tornar-se água estagnada, apodrecida longe do fluxo revigorante da água que corre oxigenada pelo próprio movimento. Isto é viver o hoje; é dar leveza e vigor a uma instituição milenar; é usar de sua experiência para atrelar-se ao dinamismo dessas mentes, sejam as da geração Z sejam as mentes que ainda virão, pois é agora, neste exato instante, que elas estão moldando o futuro – este mesmo que não cessa de se construir.

Não é por acaso, portanto, que a Unisul está transformando a antiga sala de aula, antes um espaço restrito a quatro paredes, em ambientes de aprendizagem constituídos pela multiplicidade de lugares e situações onde o conhecimento pode ser acessado e produzido. A Universidade está nos campos de estágio, laboratórios, museus, auditórios, nas empresas, nos intercâmbios realizados no Brasil e no mundo, nas aulas presenciais ou virtuais.

O que a Unisul está promovendo é uma aprendizagem significativa, um crescimento sustentável; desenvolvemos um espírito empreendedor verdadeiramente útil para nossa região. Estamos em movimento constante porque nosso propósito é a excelência e a qualidade de nossos professores e estudantes.

O futuro da Unisul está na relevância daquilo que de melhor podemos produzir, o Conhecimento, e na agilidade com a qual o tornamos pertinente às transformações de hoje.

Unisul em redes múltiplas de aprendizado permanente

As ações da Unisul e a interação entre colaboradores, professores, alunos e comunidades em diferentes contextos sociais impactam não só a comunidade acadêmica, mas toda a região onde está inserida, consolidando a proposta de educação para além dos muros da Universidade.

Confira uma amostra das ações, programas, projetos, serviços, além de demonstrativos legais e contábeis da Unisul no Balanço Social 2015.